Logo da Spasso Cosméticos

Dicas

Kids

Cosméticos infantis: tudo que você precisa saber

15/08/2017

O Brasil é um dos maiores mercados de produtos infantis no mundo. Com taxas de natalidade superiores à média dos países desenvolvidos, muitos empreendedores têm voltado sua atenção para linhas de cosméticos e maquiagens específicas para os pequenos.

Mas você sabe como escolher produtos de qualidade e ao mesmo tempo, que não prejudique a saúde dos seus filhos?

Confira nossas dicas a seguir:

Para começo de conversa, a ANVISA estabelece testes bem mais exigentes para maquiagens voltadas aos pequenos. Primeiro porque, além de mais sensíveis, também pode acontecer de eles ingerirem acidentalmente os produtos. 

A primeira informação importante é: nenhuma maquiagem deve ser utilizada em crianças com menos de 5 anos. Nem no carnaval. Por isso, nada de aplicar sombras, batons, rímel e outros produtos neles, ok? Isso pode provocar irritações e favorecer o surgimento de infecções. 

Mesmo os produtos testados devem ser vistos com cautela: é comum que kits e estojos de maquiagem infantil venham com sombras para olhos, por exemplo. Pasme: a ANVISA não aceita que este tipo de produto seja comercializado para o público infantil. Ainda assim, é a coisa mais comum do mundo encontra-los nas prateleiras. Para burlar a legislação, os fabricantes descrevem como “blush” produtos que são para aplicação nos olhos e, inclusive, acompanham aplicadores de sombra. 

Mas como são os testes de produtos infantis? Basicamente, são mais rigorosos que os produtos voltados para o público adulto, que passam por um teste chamado “teste grau 1”. Os testes de maquiagem infantil são mais exigentes (chamados “grau 2”) e incluem:

- Toxicidade para mucosa oral (em caso de ingestão acidental);

- Compatibilidade cutânea;

- Ausência de potencial alergênico (que significa que os produtos não contêm agentes irritantes ou que possam provocar reações alérgicas nos pequenos);

- Fotoirritação (aumento da sensibilidade da pele na exposição ao sol);

Outro produto frequentemente usado pelas crianças são os esmaltes. Muita gente acha que não há problema em aplicá-los em crianças, ainda que a recomendação da Anvisa seja não utilizar esses produtos em menores de 12 anos. Eles possuem tolueno, formaldeído e uma série de substâncias tóxicas. Além disso, é comum que as crianças coloquem os produtos na boca. Por isso, vale deixar os esmaltes em lugares altos e de difícil acesso. 

Há esmaltes específicos para crianças, que podem ser removidos com água morna.

Outros cosméticos incluem sabonetes, shampoos, condicionadores, óleos e cremes hidratante e para pentear. Ao adquirí-los, verifique na embalagem se estão dentro do prazo de validade e se foram testados e aprovados. A embalagem traz ainda a recomendação de idade mínima para utilização de cada produto.

Esses cuidados podem evitar problemas de saúde para as crianças. Você também pode contar com os experts da Spasso para indicar os melhores produtos para elas. Visite a loja mais próxima de você!